Blog

Postagens mais recentes
  • Eu não sei quando foi a primeira vez que ouvi falar sobre o movimento #maternidadereal. Antes de ser mãe, eu não era tão antenada com o universo materno. E quando me tornei uma, não tinha a menor noção do que......

  • Ter  filhos é como entrar no mundo invertido – quem assiste a série Stranger Things vai me entender. Uns dizem que VOCÊ MUDA. Outros que VOCÊ ENTRA numa nova fase. Eu acho que os dois pensamentos fazem sentido. Mas para......

  • Ser mulher dói. Ser mãe dói mais ainda. Nos últimos anos, as fichas da minha vida têm caído com uma intensidade brutal. Momentos do passado ficam em slow motion na minha mente e apontam sempre para uma falha: a minha......

  • A MATERNIDADE TE TROUXE FELICIDADE? Essa é uma pergunta que muita gente me faz. Uma pergunta que eu também me faço às vezes. Mas eu acho o conceito de felicidade muito relativo. Depende muito do nosso estado de espírito, dos......

  • Uma família é como uma casa, daquelas que a gente paga as prestações durante anos. Cada vitória é comemorada. O casamento é o alicerce, a estrutura. Mas quando os filhos chegam o imóvel que você mal acabou de pagar, precisa......

  • A gente tem a falsa ilusão do controle. Mas a primeira lição que a maternidade ensina é a da vulnerabilidade. É a gravidez mais puxada do que o esperado. O parto natural que vira cesárea de emergência. O bebê que deveria......

  • Placa-mãe de computador: uma máquina de armazenar dados e manter tudo funcionando. É como eu me sinto às vezes.  São tantas informações para guardar que minhas panes têm sido mais frequentes. Sei quais são os cosméticos que estão acabando. Quais......

  • Minha mãe, a dona Cida, era a filha mais velha de uma família de sete irmãos, do interior de São Paulo. Ela contava que aprendeu a cozinhar na casa da madrinha, uma mulher de hábitos “refinados”. Eu achava engraçado quando......

  • Autocuidado. Quando a gente pensa nessa palavra é difícil associá-la ao universo materno.  Mas cá entre nós: tem pessoa que necessita mais dessa demonstração de amor-próprio e autoestima do que uma mãe? Sim, as mães precisam mais do que qualquer......

Leia mais:

Maternidade
Alimentação
Autocuidado
Feminismo

Sobre mim

Olá! Sou a Luciane Rodrigues. Escritora, jornalista e mãe do Rafael e da Clara. Desde criança, as aulas de redação sempre foram as minhas preferidas. Aos treze anos de idade, escrevi meu primeiro livro infantil: “O Sequestro nas estrelas”. Formei-me em jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, no ano 2000. Nessa época, já fazia estágio em televisão. Passei pela TV Gazeta, RedeTV! , Canal 21, TV Bandeirantes e Record TV. Trabalhei com apuração, edição, reportagem, fechamento de telejornais, roteiros de programas e de matérias especiais.

Em 2013, nasceu meu primeiro filho, o Rafael. Em 2015, veio a minha caçula, a Clara. Foi quando surgiu em mim uma vontade enorme de desacelerar. Em 2017, decidi dar um tempo na carreira para repensar as minhas escolhas e ficar mais perto das crianças. Foi quando criei o meu primeiro projeto virtual para falar sobre maternidade, o “Sabático de Mãe”. Em 2019, virei colunista do site de mães escritoras, “Mães que escrevem”. Em 2020, criei esse espaço aqui: o “Mãenuscritos”: um novo projeto virtual de escrita para mulheres.

Instagram

Conteúdo exclusivo

Newsletter


Assine e receba em seu email 
as novidades em primeira mão